Notícias

Compartilhe

Facebook Tiwitter Google + i


Audiência Pública discute construção do Centro de Serviço Público

por Ascom Última modificação em 14/02/2020 | 8h 21min |

A Prefeitura de Alfenas promoveu nesta quarta-feira (12/02), uma Audiência Pública para expor e discutir projeto de construção de uma CSP (Central de Serviço Público). A audiência foi aberta a toda a população, e aconteceu na Câmara Municipal, onde o prefeito Luiz Antonio da Silva (Luizinho) apresentou o projeto detalhado e minucioso da proposta de construção de um Centro de Serviço Público, que abrigaria todas as secretarias e setores da Administração Pública, além da Regional de Saúde e das unidades da Receita Federal e Estadual, que poderiam vir a compor o núcleo de adesão à nova sede. No terreno seria construído também um Open-Shopping com sala de alimentação e com 150 lojas comerciais.

O centro de serviços públicos terá um novo espaço amplo, moderno e unificado, para atender aos cidadãos com solução econômica eficiente, oferecendo ainda mais conforto para seus usuários, o que no futuro seria a nova sede do Paço Municipal. A proposta trata-se de uma locação de imóvel construído sob demanda BTS para obras públicas (built to suit) ou locação sob medida, atendendo a uma orientação do Ministério Público e concentrando todos os serviços públicos em um único local.

O novo CSP será construído no terreno onde funciona a CDM – Central de Distribuição de Medicamentos, no bairro Vila Betânia. O prédio terá cerca de 25 mil m2 e irá gerar aproximadamente 1.200 empregos somente nas obras, após a construção 1.000 empregos diretos e indiretos. O prazo de construção é de 24 meses e o município só passa a pagar depois de pronto, e recebe o prédio todo equipado e mobiliado. Todo o processo de investimento é fiscalizado pela Caixa Econômica Federal dando credibilidade ao projeto. De acordo com a modalidade de investimento, o contrato tem duração de 25 anos, e ao término, o bem será totalmente revertido ao município sem qualquer ônus.

Hoje, as despesas com aluguéis de secretarias, departamentos, além de órgãos estadual e federal representam um alto volume de investimento da administração, e consume aproximadamente R$ 190 mil mensais, o que resultaria no futuro uma economia desses recursos, que poderiam ser melhor distribuídos em outros serviços prioritários para a população.

Conheça detalhes do projeto de construção da Central de Serviço Público no vídeo a seguir:

Assista entrevista do prefeito Luizinho ao Portal Diário Independente, após a Audiência Pública.