Notícias

Compartilhe

Facebook Tiwitter Google + i


Prefeitura realiza Minicurso gratuito de Agroflorestal Sintrópica

por Ascom Última modificação em 24/10/2019 | 9h 3min |

 A Prefeitura de Alfenas, por meio da Escola da Vida em parceria com a SMEC Secretaria de Educação e Cultura, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Limpeza Pública e Secretaria de Desenvolvimento Rural (Agricultura), promove neste final de semana, entre os dias 26 e 27 de outubro, o Minicurso Sistema Agroflorestal Sintrópica com o foco em Reflorestamento de Madeira e Fruticultura, no Náutico Clube de Alfenas. Sob a coordenação de Byanca Lanza, Bruno Pavan, Guilherme Augusto Domingues, e Jéssica Mello, o conteúdo programático contará com aulas teóricas e práticas, aprendendo sobre os princípios, e vivencie a implementação e o manejo em campo. O curso é totalmente gratuito para 30 pessoas. Segundo os organizadores é recomendável ir com roupas leves, sapato fechado, boné ou chapéu e também levar ferramentas, (facão, tesoura de poda e enxada) pessoal, materiais necessários para a prática de manejo. A saída para o Náutico Clube ocorre a partir das 7h30, em frente a Secretaria de Educação e Cultura, localizada na Avenida Governador Valadares, 1.262, Jardim São Carlos.

Mais informações pelo telefone (35) 99157-1069, ou através do e-mail augustoagroecoo@gmail.com

Programação

Dias: 26 e 27 de outubro de 2019

Abertura dos Trabalhos: 8 horas

Encerramento: 16h30

LOCAL: Escola da Vida – Náutico Clube de Alfenas

Facilitador: Guilherme Augusto Domingues

Total de vagas: 30

Conteúdo Programático:

  • - Prática aliada à teoria sobre sucessão natural em Sistema Agroflorestal Sintrópica, de acordo com Ernst Götsch.
  • - Prática de Plantio em Sistema Agroflorestal em estágio inicial com modelo de sucessão e estratificação entre hortaliças, sementes, tubérculos, árvores frutíferas, árvores nativas.

Sistema Agroflorestal Sintrópica

Essa atividade teórica e prática tem como objetivo formação dos saberes no processo Agroecológicos em Sistema Agroflorestal, utilizando como medida de nutre os conhecimentos e experiências na agricultura orgânica e também a prática de manejo em reflorestamento de área degradadas com desenho de reconstrução de modelos sustentáveis. Tem como objetivo principal implantar sistemas agroflorestais para arborização de frutíferas e plantas nativas com o princípio da composição da mata atlântica.